segunda-feira, julho 02, 2018

O regresso do Armas. O mesmo PSD de sempre.

Esta primeira viagem do regresso do Armas está longe de ser um sucesso. Com cerca de 160 passageiros e 50 viaturas, o custo suportado pelo erário publico é uma exorbitância.
Senão vejamos.
O governo regional vai pagar ao operador, 3M€ por ano, ou 125000€ por trajecto entre FNC-LIS. Com apenas 160 passageiros e assumindo que o subsidio publico vai 2/3 para passageiros e 1/3 para viaturas então temos que cada passageiro custa 520€ e cada viatura custa cerca 830€, sem contar com o que cada passageiro irá pagar do seu bolso.

Comparando estes custos com o que se pratica actualmente leva-nos à conclusão que o governo continua a fazer contas de merceiro. E quem ganha são sempre os mesmos.

Sem comentários: