sexta-feira, setembro 14, 2012

Em politica não há mesmo memória...

...pelo menos é o que parece.
Nos idos anos de 2011, no inicio da discussão da descida da TSU para as empresas, dizia-se que a forma de financiar a quebra de receitas da segurança social se faria através dum aumento do IVA.
Diziam os entendidos que a medida da subida do IVA, para além da captação extra de receita, teria um efeito semelhante ao da desvalorização cambial, usada noutros tempos e noutros resgates financeiros, e que por essa via aumentaria ainda mais a nossa competitividade.

O que sucedeu foi que o IVA foi efectivamente aumentado, mas a medida de descida de TSU para aumentar a competitividade nunca foi implementada.
Os portugueses, todos, já pagaram com o aumento de custos, de desemprego e estagnação económica o aumento de competitividade que agora nos querem voltar a vender.

Se isto não é um burla, não sei o que é.

Sem comentários: