sexta-feira, outubro 14, 2011

Guilty or not guilty? Guilty.

...É claro que também eu sou culpado. Por falta de comparência ou por falta de fé.

Quanto ao futuro, estando eu dividido entre o abandono total e o apoio a quem abra totalmente o partido à sociedade (mas apenas depois de abrir realmente o partido e não baseado em promessas), dificilmente me enquadro no típico membro de facção.

Sem comentários: