quarta-feira, outubro 12, 2011

Breve comentário às eleições do passado dia 9 de Outubro de 2011

O mau resultado obtido pelo meu partido, pouco me surpreendeu. Infelizmente.
A surpresa, a existir foi com: uma péssima lista de candidatos; total inabilidade política e comunicacional do cabeça de lista; e com um amadorismo de fazer corar de vergonha qualquer lista para a associação de estudantes.

No rescaldo do mau resultado aí sim, fui surpreendido. A começar pelas declarações dos responsáveis pela estratégia seguida.
Dizer que não fomos capazes de comunicar convenientemente não é o mesmo que dizer que o povo não percebeu. O povo até pode não ter percebido (não acho que tenha sido o caso) mas a culpa cai toda em quem tem responsabilidades de tentar esclarecer.
Surpeenderam-me também as declarações de alguns dirigentes do PS-M que oportunisticamente se colocaram de lado, como se não fossem também responsáveis pelo estado a que chegou o PS-M.
Houve mesmo um autarca e dirigente do PS-M desde que eu tenho memória, mais precisamente Rui Caetano, que colocando-se em bicos de pés nos queria fazer crer que o próprio seria capaz de melhor, quando nas últimas autárquicas teve uns escassos 200 votos a mais na capital, que a actual lista. Duas derrotas copiosas, portanto.
Surpeendente também é a miopia do Prof. Miguel Fonseca, que identificando alguns culpados, não consegue ver quem é que levou a actual direcção ao colo, mesmo sabendo da sua total inabilidade política. Mas eu ajudo: pense em Miguel Fonseca, Rui Caetano, Duarte Gouveia e Francisco Dias e pergunte se são ou não Guilty or not Guilty.
A resposta é óbvia demais.

Sem comentários: