quarta-feira, junho 08, 2011

Análise de resultados eleitorais

A relação de forças entre os principais partidos, nas eleições legislativas nacionais variou muito desde o inicio do ciclo que agora termina.
Em 2005 o PS-M, à boleia do que aconteceu a nível nacional, obteve um dos seus melhores resultados, tendo tido apenas menos 25% dos votos que o PSD e tendo obtido o mesmo número de deputados. Nessas eleições o peso relativo do CDS para o PS foi de 5 para 1, ou seja, o PS obteve 5 vezes mais votos que o CDS.

Em 2009, houve uma profunda alteração de pesos relativos, com o PS a baixar e o PSD e CDS a crescer.
Nessas eleições, por um lado o PSD passou a representar mais do dobro dos votos do PS e pelo outro lado o CDS aproximou-se do PS passando a representar mais de metade dos votos obtidos pelo PS.

Em 2011, a relação de forças de ambos os lados voltou a alterar-se em desfavor do PS. O PSD passou a representar mais de 3 vezes os votos do PS e o CDS teve praticamente os mesmos votos que o PS, tendo mesmo ultrapassado o PS na maior parte dos concelhos da região.

Comparando apenas os valores do PS entre eleições as coisas não são mais animadoras, tendo o PS perdido 25% do seu eleitorado relativamente a 2009 ou, pior ainda, 60% relativamente a 2005.

Querendo fazer uma análise positiva da situação como aqui se faz, poderia dizer que o ritmo de perda de eleitores está a diminuir trazendo boas perspectivas para o futuro.

Sem comentários: