quinta-feira, maio 19, 2011

Provavelmente Merkel tem razão

A chanceler alemã disse num comício caseiro que deveria haver uma uniformização, dentro da zona euro, do tempo de trabalho, dos feriados e da idade da reforma.

Apesar de não o saber, Merkel sugeriu para Portugal, e usando a Alemanha como referência, uma diminuição das horas efectivamente trabalhadas, um aumento dos dias de férias gozadas e uma redução na idade da reforma.
Só temos de lhe agradecer esta atençãozinha.

No entanto, Merkel, apesar de não o ter referido, provavelmente tem razão, deveríamos ser capazes de acrescentar mais valor por cada hora trabalhada e assim fazer crescer a nossa riqueza.
O nosso maior problema não é a quantidade de horas trabalhadas, nem as férias gozadas, nem a idade da reforma, é aquilo que somos capazes de produzir e o valor que somos capazes de acrescentar, ou seja, a nossa produtividade.

1 comentário:

Anónimo disse...

Tino,
este é um caso tipico de procura de votos pelo puro populismo.
Felizmente parece que a Sra. Merkel não está a ser bem sucedida nem fazendo uso destas estratégias deploráveis!
Espero que caia no esquecimento muito em breve...não deixará saudades...

Um abraço,
Miguel