terça-feira, abril 12, 2011

Afinal...

O PSD sustentou a sua decisão de criar uma crise política em 2 argumentos:


- o Governo tinha apresentado o PEC em Bruxelas às escondidas e;

- as medidas eram demasiado duras e injustas.


Pouco depois, Pedro Passos Coelho veio dizer à Agência Reuters que afinal o PEC não tinha ido tão longe quanto seria desejável e ontem, na entrevista à TVI, revelou que afinal o Primeiro-Ministro convidou-o a ir a São Bento para uma reunião - que agora se sabe ter sido longa - para falarem sobre o PEC que seria apresentado em Bruxelas.


Sabendo-se que os dois argumentos que o PSD apresentou como motivos para irmos a eleições antecipadas são falsos, é legítimo perguntar: o que de facto levou o PSD a criar uma crise política na pior altura possível para o país?

Sem comentários: