terça-feira, março 22, 2011

Rua da Samba






Rua da Samba, Luanda, todos os dias, ao fim da tarde, milhares de carros passam longas horas a tentar sair do centro.
Mas mwangolé que é mwngolé não perde uma oportunidade para o business. Enquanto os tripulantes desesperam dentro dos carros, os vendedores aproveitam para explorar a oportunidade de negócios. Tudo se vende e tudo é negociável. Se o “padrinho” quiser, senão não há maka...na boa, não há insistência. Esses patrícios são do bem. Gente digna a tentar sobreviver mais uma dia.

Sem comentários: