quinta-feira, março 03, 2011

Quem mexeu no meu queijo

Perante o aumento do preço da gasolina, grande parte dos consumidores exigem medidas que reponham a situação anterior.
Desde a exigência de maior concorrência, à diminuição de impostos, subsídios, etc., de tudo é pedido.
O PCP chega mesmo a afirmar na Madeira, onde os preços são regulados, que deveria ser o mercado a funcionar, e defende a regulação dos preços pelo estado no restante território nacional, onde os preços são concorrenciais.

A ninguém passa pela cabeça pedir mudanças de atitude e de hábitos. Mas deveria passar.

Metam na cabeça de uma vez por todas: existem factores externos que influenciam a nossa vida, umas vezes positivamente, outras não.
Quanto maior for a nossa capacidade de adaptação e menor for a nossa dependência, melhor será a nossa vida.

Sem comentários: