quarta-feira, março 23, 2011

Não há segunda oportunidade para uma primeira boa impressão

O PS não apresenta moção de resolução e votará contra todas as que forem aprovadas.
Naturalmente, PCP e BE votaram reciprocamente, mas não é suficiente para a aprovação, o CDS ou o PSD teriam de votar favoravelmente. Muito pouco provável.
Portanto, resta-nos as moções do PSD e CDS. Mas para estas serem aprovadas o PSD e o CDS têm de votar a favor e o PCP e o BE se absterem. O melhor de dois mundos: a extrema esquerda e a direita mais conservadora fazem cair José Sócrates e fica o PSD com o ónus de ter provocado a crise política. Era preciso encontrar um culpado. O PSD fez-lhes a vontade.
Para piorar as coisas, dos 5 líderes partidários que se vão apresentar a eleições, 4 vão participr no debate de hoje, Pedro Passos Coelho é o único ausente.

Sem comentários: