terça-feira, março 15, 2011

O problema da escolha

Expresso: Um estudo elaborado pelo economista Eugénio Rosa, revela que a maioria (53%) dos licenciados inscritos nos Centros de Emprego vêm de áreas específicas de estudo. A saber:
- Formação de professores;
- artes;
- humanidades;
- informação e jornalismo;
- ciências sociais e comportamentais;
- direito;
- serviços sociais.
Cursos que há muito estavam saturados e que continuam em crescendo na sua espiral de estagnação. "Esta distorção parece evidenciar a continuação da falta da adequação das saídas das universidades portuguesas às necessidades reais do País”, realça o economista Eugénio Rosa.

Sem comentários: