terça-feira, março 15, 2011

Lock Out

Aquilo que se tem assistido na parilização dos camionistas é um lock out, e é proibido pela Constituição da República Portuguesa.
Uma coisa é os trabalhadores decidirem parar através da greve. É um direito que têm. Outra bem diferente é os patrões decidirem que eles têm de parar, muitas vezes contra os interesses dos mesmos trabalhadores.
A comunicação social, de má fé (só pode), insiste em eufemisticamente chamar ao que se está a passar de "greve dos camionistas".

Tão ou mais grave é o facto de alguém, que não pretende aderir à paragem, ser coagido através da violência, a fazê-lo.
A actuação das autoridades, em todos estes casos, tem de ser exemplar.

1 comentário:

Anónimo disse...

Desde que os patrões paguem aos seus camionistas enquanto estão parados tudo bem. Aparentemente existe demasiada oferta de transporte de mercadorias...o problema não é realmente o preço dos combustíveis. A falência de umas será a prosperidade de outras...