segunda-feira, fevereiro 28, 2011

PPM

Se um partido, que conseguisse agregar as diversas oposições, seria interessante, mas algo difícil de atingir na prática, um partido que conseguisse dividir o partido do poder seria muito mais interessante.

É apenas questão do todo poderoso colocar o autarca da capital entre a espada e a parede e o que hoje parece impossível talvez se materialize.

Sem comentários: