quarta-feira, fevereiro 16, 2011

Para quem escreve o Diario Económico

É de alguma forma normal que os partidos da oposição não fiquem muito entusiasmados quando as coisas correm bem ao país. Quanto maior a insatisfação, maiores as possibilidades de ascenderem ao poder.

Agora, parece-me algo estranho que um jornal especializado em economia, com deveres de imparcialidade e factualidade, assuma essas dores, que sendo normais em política não o deveriam ser em jornalismo.

O titulo "Portugal vende dívida a 12 meses com juro abaixo do esperado" leva-me a perguntar: esperado por quem? Donde vem essa esperança que os juros aumentem e não diminuam, como veio a acontecer?
Por diversas vezes o DE mostrou que é uma personagem activa na especulação, ajudando aqueles que pretendem retirar lucros com a dúvida e incerteza.

Nota negativa para este tipo de jornalismo.


Sem comentários: