quarta-feira, fevereiro 16, 2011

Grandes obras maritimas da propaganda para acalmar a contestação


Lembram-se do governo regional fazer publicitar a cores e na última página no DN-M esta imagem de pura propaganda com o único intuito de acalmar a contestação?
Estava lá tudo. Os barquinhos quietos, a praia de areia amarela, o molhe de protecção ao molhe de protecção. Felizmente esta aberração não saiu do papel, apesar de ainda se ter gasto uns milhões com esta brincadeira.

Agora o governo regional volta a brincar, desta vez com os funchalenses.
Aqueles loucos propõem-se fazer, entre outras coisas, um molhe de acostagem para navios de grande porte, a uma cota inferior em 2 metros ao cais do Funchal, ou seja, junto ao nível do mar, e exposto ao mar de Sudeste. Para cumulo disto tudo, querem por aqueles que ganham a vida com as actividades marítimo-turísticas, dentro duma marina (des)protegida por este futuro molhe.

Sem comentários: