sexta-feira, janeiro 07, 2011

Renovação política tuga

Outros "renovadores" espontâneos: Rui Rio (PSD), no Porto, Joaquim Raposo (PS), na Amadora, Fernando Seara (PSD), em Sintra, Fernando Ruas (PSD), em Viseu, Maria Emília de Sousa (CDU), em Almada, e os independentes Isaltino Morais (Oeiras), Valentim Loureiro (Gondomar), António Capucho (PSD), em Cascais, Isabel Damasceno (PSD), em Leiria, e Ana Cristina Ribeiro (BE), em Salvaterra de Magos, são outros autarcas que de forma "espontânea" vão descobrir as virtudes da renovação na política e não vão se recandidatar. O Carlos Encarnação (PSD), em Coimbra, já lhe deu um "cansaço" súbito e saiu.
Nada disto tem a ver com a Lei n.º46/2005, de Julho de 05.
No caso de Miguel Albuquerque é amor genuíno e puro pela renovação. Aliás uma marca do PSD-Madeira. Basta olhar para a história e ver que o autarca sempre se bateu pela renovação. E foi um grande defensor da lei da limitação dos mandatos, exactamente para obrigar os que estavam agarrados ao poder a saírem.
A política assim é bonita.

Sem comentários: