segunda-feira, janeiro 31, 2011

O garrote do PSD-M às famílias madeirenses

"(...) no mesmo ano em que o Dr. Jardim exige sacrificios aos funcionários públicos não dá o exemplo, exigindo o fim das loucuras de investimentos de interesse duvidoso, o fim da construção de estádios de futebol ou mesmo da continuação da operação totalmente falhada das sociedades de desenvolvimento." Carlos Pereira
A não diminuição dos salários na função pública madeirense custaria cerca de 5 Milhões de euros. Mas Jardim e o seu PSD acham que os funcionários públicos não precisam de dinheiro. Eles não têm de pagar renda, comida, creche, escolas, medicamentos, transporte, gasolina, etc. Eles roubam às famílias madeirenses para gastar na propaganda do regime, através do o Jornal da Madeira, e no futebol profissional. Só para o campo de Marítimo são € 41 Milhões.
Os madeirenses pagam mais impostos do que os açorianos, pagam a gasolina mais cara, pagam o descarregamento das mercadorias mais caro, têm menos apoios sociais e agora os funcionários públicos têm redução no ordenado. Nada disto era inevitável, como demonstram os Açores. O garrote nas famílias madeirenses é da responsabilidade exclusiva do PSD-Madeira.

Sem comentários: