terça-feira, dezembro 07, 2010

O importante são as escolas serem mais eficazes

O ensino pode ser garantido por escolas públicas ou por escolas privadas. O serviço prestado é exactamente o mesmo. O Estado gasta o mesmo por aluno tanto na escola pública como na privada. Então quais são as diferenças?
As escolas públicas obrigaram o Estado a investir em edifícios próprios e a manter funcionários públicos com vínculos permanentes. As escolas públicas estão em auto-gestão. Logo não há controlo sobre a produtividade ou qualidade dos serviços prestados. Não controlo sobre os gastos. Consequentemente, as escolas públicas são mais caras e menos eficazes. Em Portugal ainda se acredita que uma escola só é um escola se a propriedade das paredes for do Estado e lá dentro só trabalharem funcionários públicos. O resultado é o que temos na Madeira. Temos muitas escolas novas e o triplo dos professores necessários e péssimos resultados escolares.
O que está errado é este pensamento de cariz comunista que acredita, mesmo contra as lições da História, que só o Estado pode prestar serviços. Enquanto esse modelo soviético vigorar não poderá haver reais progressos na educação deste país. Haverá de alguns fogachos, mas não haverá eficácia e qualidade.

Sem comentários: