quarta-feira, outubro 27, 2010

Será que estão convencidos?

Imediatamente após a apresentação das medidas de austeridade a incluir no OE2011, os mercados, mais precisamente os nossos futuros credores, sinalizaram positivamente a confiança nas medidas a tomar, diminuindo desde então, a percepção de incumprimento do pagamento das dívidas por parte de Portugal.
Também o vislumbre de entendimento entre o Governo e o PSD quanto à viabilização do OE e a implementação das medidas anunciadas, trouxeram confiança aos mercados.

Imediatamente após o rompimento das negociações com vista à aprovação do OE os juros da dívida voltaram a subir, tendo Portugal sido um dos países onde esse risco mais subiu, durante o dia de hoje.

Será que o PSD ainda não percebeu que os nossos credores acreditam na proposta do Governo e acreditam pouco nas alterações propostas pelo PSD?
Será que o PSD, que afirma que tem consigo grandes economistas e especialistas em finanças, ainda não percebeu que o adiar de redução do défice, como foi proposto pelo PSD, é imediatamente visto como um aumento de risco de incumprimento?
Não será contraditório por parte do PSD afirmar que não acredita que o governo consiga reduzir a despesa, porque é incompetente e porque nunca foi feito, e ao mesmo tempo propor que o OE contenha ainda mais redução de despesa?

Andamos a brincar à política!? Se não, pelo menos parece.

P.S. - Neste momento, todos os partidos, do CDS ao PCP já se devem ter arrependido dos anúncios feitos de rejeição do OE. Duvido que haja um que seja que queira o seu chumbo. Imaginem quem seria prejudicado com uma bipolarização política neste momento?

1 comentário:

Sancho Gomes disse...

com que então a culpa do falhanço(?) das negociações é do PSD? e tens mais pérolas dessas, que possas partilhar connosco? o estado de calamidade a que chegamos é do PSD? e o Sócrates não tem nada a ver com isso?