domingo, outubro 03, 2010

Argumentos do diabo

Como é possível que o PS-M passe o tempo todo, e bem, a dizer que a divida da Madeira é gigantesca e que mais tarde ou mais cedo porá em causa a capacidade de financiamento da nossa economia, para agora dizer que o governo regional não tem de tomar as mesmas medidas duras que o governo da república?

Não fazia mais sentido argumentar que as medidas na Madeira já deveriam ter sido tomadas à mais tempo porque a situação na Madeira é muito mais grave que no resto do País.

Ou será que há alguém no PS-M que acha que o endividamento irresponsável da Madeira, obra do PSD-M, pode ser resolvido sem esforço e sacrifícios?

Que a Madeira tem autonomia administrativa, é uma verdade incontestável, mas essa autonomia deveria revelar-se na antecipação da resolução dos problemas da nossa região e não no seu eterno adiamento.

3 comentários:

Michelangelo disse...

Tino,

Concordo com o Carlos Pereira que a autonomia existente responsabiliza o governo regional (GR) pela grave crise que se vive na Madeira.

Mas que também a autonomia tem de servir para alguma coisa! Não é uma questão de não ser necessário efectuar cortes mas do GR poder aplicar um programa de cortes que julgue mais efectivo para equilibrar as contas da região.

O povo madeirense depois aí estará para julgar quem está certo...e aceitar as consequências dessas decisões.

Michelangelo disse...

Tino,

Concordo com o Carlos Pereira que a autonomia existente responsabiliza o governo regional (GR) pela grave crise que se vive na Madeira.

Mas que também a autonomia tem de servir para alguma coisa! Não é uma questão de não ser necessário efectuar cortes mas do GR poder aplicar um programa de cortes que julgue mais efectivo para equilibrar as contas da região.

O povo madeirense depois aí estará para julgar quem está certo...e aceitar as consequências dessas decisões.

Anónimo disse...

Para ver:

http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1677692&seccao=Madeira