segunda-feira, setembro 20, 2010

Nervosismo

A despesa do estado, apesar de superior à do ano passado, em grande parte devido ao aumento das despesas com apoios sociais, está mesmo a reduzir-se e está neste momento em linha com o orçamentado.
A diferença relativamente a 2009 era de 4,3% em Julho, passando para 3,8% em Agosto, atingindo agora os 2,7%, como pode ser visto na Síntese de Execução Orçamental.

O facto do governo estar a cumprir os seus compromissos, parece que está a espalhar um nervosismo miudinho naquela oposição que já dava José Sócrates por acabado.

Tenham paciência. Ainda terão de esperar mais algum tempo.

P.S. - Apesar da insistência dos medinas carreiras deste país em pintar o quadro muito mais negro que a realidade, um responsável do FMI afirmou-se confiante na capacidade do governo para controlar as contas públicas.

2 comentários:

Anónimo disse...

Deve ser por isso que o Estado português agora só se consegue financiar lá fora pagando juros de mais de 6%...O facto de repudiar-mos a forma de governar na região não nos obriga a defender o governo socialista da República!

Vão buscar o FMI enquanto há dinheiro para a viagem!

amsf

Anónimo disse...

É melhor avisar os credores portugueses porque eles só nos financiam agora com taxas de juro superiores a 6%...

Repudiar a forma de governar a Madeira não nos obriga a defender o governo socialista da República...

amsf