domingo, setembro 26, 2010

Guterres, foste grande.

Quem foi o governante português que em democracia diminuiu o peso da despesa do estado, menos aumentou a carga fiscal, mais baixou o desemprego e diminuiu o stock da dívida do estado português relativamente ao PIB?
Se não respondeu António Guterres então é porque está a ser vitima de preconceito e não está a fazer um juízo baseado em factos.
Com o governo de Guterres o peso da despesa do estado passou de 37,1% do PIB para 35,1%. Mais nenhum governante conseguiu baixar o peso da despesa do estado.
Com o governo de António Guterres o peso das receitas fiscais, ou seja impostos, apenas aumentou 0,1% do PIB em 6 anos.
Nesses 6 anos de governo de Guterres, a taxa de desemprego passou dos 7,1% deixados por Cavaco Silva, para uns historicamente baixos 4%, nunca mais repetidos.
Por fim, convem referir que apenas a governação de Guterres foi capaz de fazer baixar o peso do Stock da Divida do estado nuns relevantes 4%, de 61,1% do PIB para 56% do PIB.

Mesmo com este registo, António Guterres foi encurralado por um sistema político que não permite a um partido que não tenha uma maioria parlamentar, mesmo que seja por escassa margem, governar com o seu programa de governo.

Num momento em que se discutirá a revisão constitucional, estes factores devem estar em cima da mesa. Existem pelo menos dois caminhos possíveis para aumentar a governabilidade: ou a constituição obriga a uma maioria parlamentar de um ou mais partidos para formar governo, ou em alternativa facilita a existência de maiorias parlamentares de um só partido, deixando de fora do parlamento partidos que não pretendem fazer parte de qualquer solução de governo. A situação actual não serve ao Pais.

* - os dados apresentados no quadro acima foram retirados do PORDATA

Sem comentários: