sexta-feira, março 05, 2010

O que move uns e outros

“Os sindicatos querem, e bem, mais dinheiro e menos trabalho para os seus associados, o objectivo que me move e move a Ordem dos Advogados é melhor justiça, mais rápida e mais justa para os cidadãos, sociedade e empresas”, salientou.

Marinho Pinto - Bastonário da ordem dos advogados

P.S. - A bem da verdade o que move a OA não é tão altruísta como Marinho Pinto faz crer. O que move as ordens profissionais em geral é um maior reconhecimento dos seus membros por parte da sociedade, e demasiadas vezes o exclusivo do direito a exercer uma profissão, por parte dos membros dessas ordens.

1 comentário:

Anónimo disse...

A existência de ordens profissionais é um medievelismo bem como a existência de uma justiça desportiva...estas duas situações configuram um Estado dentro do Estado...
Não se percebe como é que o Estado permite que certos profissionais para exercer a sua profissão tenham que obrigatoriamente se inscrever numa associação e pagar um valor mensal a essa instituição...sem mencionar que este tipo de organização condiciona a lei da oferta prejudicando assim os consumidores desses serviços...
Haverá quem contraponha que essas ordens garantem a qualidade mas isso são tretas que vão contra tudo o que se sabe sobre os benefícios da livre concorrência.

amsf