quarta-feira, janeiro 27, 2010

Orçamento mau para a Madeira

Pela análise superficial que fiz da proposta de orçamento de estado para 2010, só há uma coisa a dizer: é um péssimo orçamento para a Madeira.
Logo a começar há mais uma vez uma total demissão do estado relativamente às suas responsabilidades na Madeira. Para o Ensino superior, Segurança, Justiça e Defesa apenas são contempladas verbas residuais. Bem diferente do que acontece para os Açores.
Não há nada que justifique que os Açorianos sejam contemplados com 21M€ de investimento do estado contra apenas 423m€ de investimento na Madeira.
Na verba devida pela LFR vemos o valor reduzido em cerca de 20M€ a acrescentar à expectável redução das receitas próprias resultantes da recessão.
Também na LFL podemos verificar que as verbas relativas à devolução do IRS aos munícipes não foi inscrita, sendo o seu efeito mais sentido onde a actividade económica é maior, ou seja, no Funchal. No entanto e para a globalidade das autarquias da região as verbas a receber serão superiores às do ano anterior.

Sei que habitualmente a disciplina de voto em relação à aprovação do orçamento não deixa muito espaço de manobra aos deputados insulares, nomeadamente para o deputado do partido do governo, Luís Miguel França. Cabe-lhe a tarefa nada fácil de tentar alterar alguns dos aspectos mais negativos desta proposta.
Só a falta de atenção do estado central para a Madeira justificam tão baixo investimento, uma vez que as necessidades em Tribunais, esquadras de polícia e ensino superiores são mais que evidentes.

Assim não dá.

1 comentário:

Michelangelo disse...

Caro Tino,

apraz-me confirmar que, tal como eu, não partilhas do grande plano de muitos dirigentes do PS-M nomeadamente o teu colega de blog Paulo Barata: a ideia de que quanto pior para a Madeira melhor para o PS-M evidencia um partido virado para si mesmo e procurando o poder a qualquer preço!

O PS-M não pode querer que seja aprovado um orçamento que vise claramente prejudicar a Madeira porque em última análise quem vai sofrer as consequências é o povo madeirense!

Para que queremos um PS-M se ele não se preocupa com as consequências para a sociedade madeirense de tal desinvestimento??

O PS-M tem de ser um partido responsável e sério mesmo que isso implique perder votos.

Para demagogia e ineficiencia basta o PSD-M.