domingo, março 29, 2009

Se isto fosse uma Região democrática...


No dia 17 de Março, terça-feira, jornalistas do Diário de Notícias da Madeira foram apedrejados na Ribeira do Faial, “quando confirmavam a extracção ilegal de inertes fora de horas” [DN de 22 de Março, p. 2]. Queixava-se, então, o jornal de que Alberto João Jardim se recusara, mais uma vez, a “tomar uma posição de firme condenação a atentados à liberdade de informação e à integridade física de jornalistas do Diário”.

Afinal, Alberto João não só não condenou este acto como ainda incentivou esta corja a prosseguir os seus actos terroristas. Veja-se como o Jornal da Madeira (uma publicação gratuita na qual o Governo Regional já gastou 40 milhões de euros) analisou o episódio (supra).

no http://corporacoes.blogspot.com/

2 comentários:

Anónimo disse...

O jornalista do Diário de Notícias e comentador do programa Dossier de Imprensa, Ricardo Oliveira vai lançar um blog. O endereço é:

http://maismadeira.blogspot.com/

amsf disse...

O Sócrates se não tiver cuidado arrisca-se, daqui a alguns anos, a ser considerado um SENHOR pelo AJJ! O Soares e o Guterres já atingiram esse patamar pela mão do nosso amnésico AJJ!