quinta-feira, junho 28, 2007

Ajuste de contas?

"Saldanha Sanches (...) foi reprovado nas provas de agregação realizadas ontem na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

O júri, composto pelo reitor da Universidade de Lisboa, António Nóvoa, e ainda pelos professores catedráticos Marcelo Rebelo de Sousa, Jorge Miranda, Fausto Quadros, Braga de Macedo, Paz Ferreira, Leite de Campos e Menezes Cordeiro, não terá considerado satisfatória a tese defendida por aquele que é visto como um dos maiores especialistas em fiscalidade.

O fiscalista e professor da Faculdade de Direito há mais de 20 anos (...) foi avaliado com 3 votos a favor e 6 contra. (...) Segundo Saldanha Sanches, Marcelo Rebelo de Sousa terá votado contra, uma atitude que não compreende, uma vez que o professor "tinha assumido anteriormente que votaria a favor"." In Expresso

Formei-me na FDL e fiz parte do Conselho Directivo, da Assembleia de Representantes e do Senado da Universidade o tempo suficiente para não me surpreender com estas situações. Não conheço a tese de Saldanha Sanches, mas conheço os membros do júri. Conheço sobretudo o Prof. Jorge Miranda para ter quase certeza absoluta de que não votou contra.


Sem comentários: